patrocinado por

DE CORUMBÁ/MS ATÉ SANTA CRUZ DE LA SIERRA/BO

Cidade: Santa Cruz de la Sierra/BO | Categoria: Como Chegar
Postado em: 8/11/2015

Feito os trâmites para entrar na Bolívia – confira o artigo publicado no Diário do Piloto – é hora de rodar.

Esse trecho de pouco mais de 660 km entre Corumbá/MS e Santa Cruz de la Sierra era famoso por conta da sua travessia complicada, onde não havia estrada pavimentada e as opções eram colocar a moto em caminhões adaptados para rodar na lama, ou então embarcar no famoso trem da morte – na verdade chamam qualquer trem na América do Sul de trem da morte, o que não faz sentido.

Enfim, tempos modernos, rodovia perfeita de concreto, o traçado apresenta poucas curvas e é praticamente 100% plano, o que pode causar um pouco de tédio.

Há relatos aqui e ali de assaltos, quase todo mundo afirma ter um amigo que já foi assaltado nesse trecho, porém, cruzamos sem sobressaltos por uma rodovia vazia.

As dicas de segurança que sempre dou aos amigos consiste em andar com poucas notas na carteira, pois nunca se sabe o olho grande nos filmando quando vamos pagar o combustível... uma carteira recheada pode ser sinal de oportunidade de faturamento fácil.
Outra dica é não ficar se gabando que está vindo do Brasil e vai rodar até os Cafundós do Judas... aos olhos os que nos veem, já somos milionários por estar na estrada... não precisamos alimentar sonhos.

Mas essa dica não é só para quem roda no estrangeiro não, vale para terras Tupiniquins também.

Quanto a gasolina, existem uma boa oferta de postos de combustível no caminho, sem a necessidade de entrar em cidadezinhas, como Roboré e San José de Chiquitos, sendo que no primeiro existe uma loja de conveniência.

O combustível para estrangeiro é mais caro, pois o Governo Boliviano subsidia 50% do valor para o seu povo, não pra quem vem de fora.
O sistema está modernizado e é preciso lançar dados como placa, número de RG ou Passaporte e pagar B$ 8,67/Litro (US$ 1,25) – preço fixo em todo território Boliviano.

Opte por sair cedo de Corumbá e faça belas fotos ao lado do paredão rochoso – Chochis – após Roboré... é impressionante!

Parceiros neste projeto