Entenda o Proj. Rodando as Cidades da Copa



Diário de Motocicleta

Quem me conhece sabe que eu não sei quantos caras jogam no gol... só para ter uma ideia do grau de importância que o tema futebol tem na minha vida, mas ai você deve estar se perguntando, que raios de projeto é este então?

Bom, há tempos nós sonhávamos em viajar pelo Brasil, na verdade, o plano sempre foi conhecer primeiro o nosso país, para só então sair em viagem pelo mundo.

Quebrar a cabeça montando um roteiro que cruzasse as cinco regiões foi um desafio superado, quando anunciaram a Copa do Mundo no Brasil.
O evento caiu como uma luva, já que distribuiram os jogos pelos quatro cantos do país.

Agora eu tinha um roteiro, e bastou um pouco de logística para traçar os mapas de uma volta completa, em sentido anti horário, saindo de São Paulo, subindo para Brasília, depois Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus (seis dias navegando o Rio Amazonas e depois descendo a BR-319), Cuiabá, Porto Alegre e Curitiba.

Vimos muitas Arenas ainda em construção, muita obra que até hoje não foi entregue, e nos tornamos os únicos turistas a visitar os 12 Elefantes Brancos erguidos/reformados para a Copa do Mundo.
Política a parte, focamos no turismo que estas 12 cidades "sede da copa" oferecem aos turistas, com ou sem um evento deste porte.

Em parceria pela 2ª vez consecutiva com o Salão Duas Rodas, nossa trip pelo Brasil terminou com a nossa moto mais suja do que nunca, em exposição no Anhembi, onde mais uma vez tivemos o prazer de receber o abraço dos amigos e escutar incríveis relatos de viajantes de moto.

MUSEU NO FAROL DA BARRA

Cidade: Salvador/BA | Categoria: Passeios
Postado em: 19/8/2013
Diário de Motocicleta

Localizado dentro do Forte de Santo Antônio da Barra, o Farol é o maior cartão postal da Barra, talvez da cidade de Salvador - disputa apenas com o Elevador Lacerda - e, ainda hoje, guia os navegantes que percorrem as águas ao alcance da sua luz.

O Farol marca imponente, a divisão da cidade em duas: a banhada pelas águas abertas do Oceano Atlântico, de praias agitadas e faixas largas de areia, e a banhada pelas águas calmas da Baía de Todos os Santos.

O Farol da Barra foi o primeiro de todo o continente americano, tendo sido acrescentado ao Forte de Santo Antônio da Barra em 1698.
Em 2011, a subida até a torre de 22 m de altura foi aberta ao público: o acesso é feito por uma escada de 81 degraus... então prepare o fôlego!

O Forte de Santo Antônio da Barra, tombado pelo Patrimônio Nacional, é uma construção dos séculos XVI e XVII. Teve um papel importante na luta contra a invasão holandesa, na guerra da Independência e na Sabinada.

Atualmente, o Forte abriga o Museu Náutico da Bahia que guarda histórias e lembranças de navios naufragados na costa baiana, além de um acervo constituído de mapas, equipamentos de navegação, maquetes de antigas naus e caravelas portuguesas e espanholas.

Essa fortificação foi iniciada pelo primeiro donatário da Capitania da Bahia, Francisco Pereira Coutinho, em 1536, tendo originalmente forma de torre com dez lados. Ampliado e reformado entre 1583 e 1587 por Manoel Teles Barreto, sofreu alterações entre 1602 e 1702, inclusive ganhando seu terrapleno.

Atenção para os dias de visitação: De Março a Novembro, de terça a domingo das 9h às 19h. De Dezembro a Fevereiro, de terça a domingo das 9h às 21h. Os ingressos custam R$ 10,00.

fotos relacionadas
Parceiros neste projeto