Entenda o Proj. Rodando as Cidades da Copa



Diário de Motocicleta

Quem me conhece sabe que eu não sei quantos caras jogam no gol... só para ter uma ideia do grau de importância que o tema futebol tem na minha vida, mas ai você deve estar se perguntando, que raios de projeto é este então?

Bom, há tempos nós sonhávamos em viajar pelo Brasil, na verdade, o plano sempre foi conhecer primeiro o nosso país, para só então sair em viagem pelo mundo.

Quebrar a cabeça montando um roteiro que cruzasse as cinco regiões foi um desafio superado, quando anunciaram a Copa do Mundo no Brasil.
O evento caiu como uma luva, já que distribuiram os jogos pelos quatro cantos do país.

Agora eu tinha um roteiro, e bastou um pouco de logística para traçar os mapas de uma volta completa, em sentido anti horário, saindo de São Paulo, subindo para Brasília, depois Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus (seis dias navegando o Rio Amazonas e depois descendo a BR-319), Cuiabá, Porto Alegre e Curitiba.

Vimos muitas Arenas ainda em construção, muita obra que até hoje não foi entregue, e nos tornamos os únicos turistas a visitar os 12 Elefantes Brancos erguidos/reformados para a Copa do Mundo.
Política a parte, focamos no turismo que estas 12 cidades "sede da copa" oferecem aos turistas, com ou sem um evento deste porte.

Em parceria pela 2ª vez consecutiva com o Salão Duas Rodas, nossa trip pelo Brasil terminou com a nossa moto mais suja do que nunca, em exposição no Anhembi, onde mais uma vez tivemos o prazer de receber o abraço dos amigos e escutar incríveis relatos de viajantes de moto.

HUMAITA QUALITY HOTEL

Cidade: Humaitá/AM | Categoria: Onde Dormir
Postado em: 6/6/2015
Diário de Motocicleta

Depois de quatro dias cruzando a Floresta Amazônica pela BR-319, bebendo água de igarapé e dormindo em barraca nas antenas da Embratel, confesso que as minhas expectativas de encontrar um bom lugar para dormir em Humaitá eram mínimas.
Não tinha esperança de encontrar nada além de um hotel meia boca, com instalações precárias e mosquitos, mas acabaria por aprender mais uma vez a não conceber conceito sem conhecimento.

Ao chegar no Humaitá Quality Hotel, eu era pura lama e cansaço que mal acreditei no ambiente clean e ar condicionado geladinho da recepção do hotel.

Logo no balcão fui muito bem atendido apesar do mau aspecto, e sem burocracia, fui levado ao meu quarto.

Quando abrimos a porta, a Elda começou a chorar, exausta da dura travessia da rodovia fantasma e certamente pelo choque de realidade do que havíamos passado nos últimos dias.

O quarto era simplesmente maravilhoso!
Logo de entrada, uma ante sala com frigobar, sofá, mesa de trabalho e uma TV de tela plana de 32 polegadas.
Ao lado um closet e um banheiro grande com deck de madeira no box.
Por fim um quarto a parte com uma cama Queen Size enorme e outra TV de tela plana de 52 polegadas.

Simplesmente inacreditável!

Chuveiro delicioso, ar condicionado perfeito, café da manhã saboroso e um restaurante funcionando até as 22h. Estacionamento e wi-fi com excelente sinal.
Um oásis no meio do deserto... digo, no meio da Floresta Amazônica.

Um dos melhores hotéis que já nos hospedamos na vida... no ligar mais improvável...

A ideia era ficar uma pernoite e seguir viagem, mas acabamos ficando dois dias para repor as energias.

A equipe sempre muito solícita, até me emprestou um monitor, pois a tela do meu notebook havia queimado.

O Humaitá Quality Hotel fica na Rua Circular Municipal, 1162 – Humaitá/AM, aceita pagamentos com cartões e nossas duas diárias nos custou R$ 290,50 (US$ 127,50) somando despesas de frigobar e um jantar para dois.

fotos relacionadas
Consulte Também...
Parceiros neste projeto