Entenda o Proj. Rodando as Cidades da Copa



Diário de Motocicleta

Quem me conhece sabe que eu não sei quantos caras jogam no gol... só para ter uma ideia do grau de importância que o tema futebol tem na minha vida, mas ai você deve estar se perguntando, que raios de projeto é este então?

Bom, há tempos nós sonhávamos em viajar pelo Brasil, na verdade, o plano sempre foi conhecer primeiro o nosso país, para só então sair em viagem pelo mundo.

Quebrar a cabeça montando um roteiro que cruzasse as cinco regiões foi um desafio superado, quando anunciaram a Copa do Mundo no Brasil.
O evento caiu como uma luva, já que distribuiram os jogos pelos quatro cantos do país.

Agora eu tinha um roteiro, e bastou um pouco de logística para traçar os mapas de uma volta completa, em sentido anti horário, saindo de São Paulo, subindo para Brasília, depois Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus (seis dias navegando o Rio Amazonas e depois descendo a BR-319), Cuiabá, Porto Alegre e Curitiba.

Vimos muitas Arenas ainda em construção, muita obra que até hoje não foi entregue, e nos tornamos os únicos turistas a visitar os 12 Elefantes Brancos erguidos/reformados para a Copa do Mundo.
Política a parte, focamos no turismo que estas 12 cidades "sede da copa" oferecem aos turistas, com ou sem um evento deste porte.

Em parceria pela 2ª vez consecutiva com o Salão Duas Rodas, nossa trip pelo Brasil terminou com a nossa moto mais suja do que nunca, em exposição no Anhembi, onde mais uma vez tivemos o prazer de receber o abraço dos amigos e escutar incríveis relatos de viajantes de moto.

A TROCA PREMATURA DE FREIO E PNEU

52º dia de viagem
Cidade: Porto Alegre/RS | Categoria: Diário do Piloto
Postado em: 27/9/2013
Diário de Motocicleta

Como de costume, fiz uma revisão completa na V-Strom antes da viagem, e nela troquei relação, filtro de óleo, pastilhas de freios e pneus... tudo pronto para rodar 15 mil km e voltar com segurança para casa. Mas na prática a teoria foi outra.

Ao sair de Manaus notei, no primeiro dia de selva, que minha pastilha traseira estava no ferro, fato que dificultou ainda mais a nossa passagem pela BR-319, já que passei a frear apenas com a pinça dianteira. Agora pensa o perrengue de estar em uma estrada de barro, cheia de buracos e atoleiros tendo que usar o freio dianteiro no grau certo para não travar a roda e comprar terreno. Foi justamente o que aconteceu com a gente não somente durante a BR-319, mas por todo o caminho até Porto Alegre, já que não encontrava pastilhas de freio para a DL 650.

Fiquei inconformado com a baixíssima durabilidade das pastilhas Potenza que sobreviveram a meros 8 mil km... pelo preço esperava algo a mais, e este fato lamentável me faz não recomendar o uso destas pastilhas.

Mais indignado, fiquei em Guaíra/PR, quando saímos do hotel e ao calibrar o pneu traseiro, pude ver as primeiras fileiras da trama do pneu que completava pouco mais de 12 mil km.

Como pode um fabricante vender um pneu que dure tão pouco em uma 600cc? Pois é, a Maxxis produz essa maravilha.

Amigos me chamaram de louco quando instalei o jogo de pneus Maxxis, que não me custaram pouco, R$ 1mil pelo par na época.

O fato é que uma vez em POA, precisava resolver esses dois problemas e depois das minhas pesquisas na web confirmarem a indicação dos amigos, parti para a MOTOTECH.

A MOTOTECH é referência no bom atendimento e serviço impecável para os motociclistas de Porto Alegre, e pude constatar isso ao ser recebido pelo João Paulo que rapidamente designou um funcionário para efetuar a troca do resto de pneu por um Bridgestone e pastilhas EBC.

Além dessas marcas, os amigos que forem até a MOTOTECH encontrarão Pirelli, Metzeler, Continental e Michelin.

Experimentamos o serviço e mais que recomendamos o serviço... e ainda teremos o prazer de encontrar o João Paulo no Salão Duas Rodas deste ano.

A MOTOTECH fica na Av. Pernambuco, 1693 – Porto Alegre/RS – Fone (51) 3337-4383 – www.mototech.com.br – no Facebook procure por MototechMotos

Fica a dica!
Ah! Visitem nosso stand no Salão Duas Rodas... estamos levando o pneu Maxxis de volta para casa e vamos expor essa maravilha para vocês constatarem o estrago.

fotos relacionadas
Parceiros neste projeto