Entenda o Proj. Caminho do Peabiru



Diário de Motocicleta

Eu ainda estava publicando dicas sobre o roteiro para Salvador feito no ano anterior, até que o meu telefone tocou.
Do outro lado da linha uma voz feminina queria falar com o resposnável pelo Diário de Motocicleta, e saber se eu já havia uma próxima aventura em vista.

Achei legal alguém me ligar para peguntar isso! E quando respondi que tinha alguns roteiros na cabeça, ela começou a se paresentar, dizendo que havia acompanhado o nosso Proj. Êxodo de Moto, e que falava por parte do Salão Duas Rodas - a ideia de divulgar o 11º Salão Duas Rodas de 2011 começava ali.

Bastou uma reunião para eles aprovarem o roteiro que era quase uma lenda urbana de tão incrível.
Há tempos eu pesquivasa um caminho que teria sido contruído pelos INCAS, ligando o Litoral do Peru ao Litoral do Brasil, mais precisamente em São Vicente/SP.

O Caminho do Peabiru, que foi construído por INCAS e Índios Guaranis, serviu em meados de 1.500, como vias de acessos para Portuguese, Espanhóis, Bandeirantes e Paulista continetne a dentro, e este trânsito transformou o caminho "de Índio" em muitas ruas, avenidas e estradas que podemos hoje rodar.

Cruzamos o Paraná, Paraguai, Bolívia, Peru, Chile e Argentina, passamos pelo Lago Titicaca, motocamos a Cordilheira, conhecemos Machupicchu e vimos o Ocêano Pacífico.

Esta aventura terminou com a exposição da nossa moto no Salão Duas Rodas daquele ano, o que atraiu ao nosso stand, muitos apaixonados por viagens de moto que acompanharam nossa trip e, com alegria, passaram para nos dar um abraço.

MUSEU HISTÓRICO DO NORTE EM SALTA/AR

Cidade: Salta/AR | Categoria: Passeios
Postado em: 7/7/2012
Diário de Motocicleta

Um ótimo passeio para se fazer em Salta é conhecer o Museu Histórico do Norte.
O prédio onde se encontra o museu é o mais antigo erguido na cidade, datando de 1582, quando a cidade foi fundada. É uma verdadeira jóia arquitetônica do período colonial, que sofreu algumas modificações, mas ainda sim é o mais fiel e bem preservado de toda a Argentina.

Já funcionou como Conselho da Cidade (Cabildo), foi vendido a particulares até que em 1936 voltou para o poder do estado com momunento histórico da nação.

As galerias do museu levam o visitante a se deparar com artefatos e cerâmicas dos Incas, em um acervo de tirar o chapéu.
Há também uma área que conta a história de Salta, com imagens incríveis em fotografias do final do século 19, bem como documentos e adornos usados nas construções das casas na época.

Além disso, o vistante passeia por uma coleção incrível de moedas e arte sacra, bem como a história e pertences do General Martín Miguel de Güemes.
No final do museu há exposiçõa de carroagens com mais de 100 anos que fecham o passeio com chave de ouro.

São nove salas com um acervo muito interessante, onde é proibido filmar e fotografar as áreas internas... mas sabe como é brasileiro né... depois confira nossas imagens.

O Museu fica bem defronte a Catedral de Salta e funciona de manhã de terça a domingo das 9h30 às 13h30. A tarde de terça a sexta das 15h30 às 20h30. Sábado das 16h30 às 20h30. O ingresso custa $5,00 por pessoa.

fotos relacionadas