Entenda o Proj. Caminho do Peabiru



Diário de Motocicleta

Eu ainda estava publicando dicas sobre o roteiro para Salvador feito no ano anterior, até que o meu telefone tocou.
Do outro lado da linha uma voz feminina queria falar com o resposnável pelo Diário de Motocicleta, e saber se eu já havia uma próxima aventura em vista.

Achei legal alguém me ligar para peguntar isso! E quando respondi que tinha alguns roteiros na cabeça, ela começou a se paresentar, dizendo que havia acompanhado o nosso Proj. Êxodo de Moto, e que falava por parte do Salão Duas Rodas - a ideia de divulgar o 11º Salão Duas Rodas de 2011 começava ali.

Bastou uma reunião para eles aprovarem o roteiro que era quase uma lenda urbana de tão incrível.
Há tempos eu pesquivasa um caminho que teria sido contruído pelos INCAS, ligando o Litoral do Peru ao Litoral do Brasil, mais precisamente em São Vicente/SP.

O Caminho do Peabiru, que foi construído por INCAS e Índios Guaranis, serviu em meados de 1.500, como vias de acessos para Portuguese, Espanhóis, Bandeirantes e Paulista continetne a dentro, e este trânsito transformou o caminho "de Índio" em muitas ruas, avenidas e estradas que podemos hoje rodar.

Cruzamos o Paraná, Paraguai, Bolívia, Peru, Chile e Argentina, passamos pelo Lago Titicaca, motocamos a Cordilheira, conhecemos Machupicchu e vimos o Ocêano Pacífico.

Esta aventura terminou com a exposição da nossa moto no Salão Duas Rodas daquele ano, o que atraiu ao nosso stand, muitos apaixonados por viagens de moto que acompanharam nossa trip e, com alegria, passaram para nos dar um abraço.

GIVI

Cidade: Os Patrocinadores/SP | Categoria: Infos Úteis
Postado em: 12/7/2011
Diário de Motocicleta

Nosso novo parceiro dispensa grandes apresentações, mas não por que não seja merecedor, mas por que seus produtos são amplamente conhecidos e, a qualidade dos mesmos, inegavelmente de alto padrão.

Os contatos com a GIVI se deu através do Casarão Motos e as conversas logo fluiram para o inevitável... a parceria entre o Diário de Motocicleta e esse líder de mercado no que se refere à baús e ferragens para motocicletas.

Na última quinta-feira (07/07) fui até a fábrica da GIVI em Pindamonhangaba/SP para conhecer o pessoal responsável pelo Marketing da empresa no Brasil e para instalar os baús que usaremos na viagem para Machu Picchu.

Mesmo conhecendo os Produtos GIVI, fiquei espantado com a qualidade e o tamanho dos baús instalados na V-Strom.
Os laterais armazenam 41Lt cada um e o traseiro 55Lt.
Além disso foi fornecido as ferragens laterais, suporte traseiro, o encosto da mala traseira e protetor do motor.

Antes, a minha desculpa em viagens era que só podíamos comprar Imãs de Geladeira por conta do espaço, agora não há pretexto para não comprar lembranças (rs).

Grato Fábio, Rodrigo e Cléber e à todos os colaboradores da GIVI por essa parceria.

fotos relacionadas