patrocinado por

Entenda o Proj. Multi Aventura rumo ao WDW14



Diário de Motocicleta

Depois de um Test Rider com uma DUCATI Multistrada 1200, guiando um grupo de motociclistas até a Serra do Rio do Rastro (SC), o material gerado (artigo, fotos e filme e uma matéria na Revista Moto Adventure), possibilitou a oportunidade de apresentar algumas ideias para a DUCATI do Brasil.

Satisfeitos com as propostas, levaram o meu material para Itália, de onde o feedback veio em forma de convite ao World DUCATI Week 2014 - o maior evento da marca no mundo, só que eu deveria ir de moto.

Mesclamos alguns roteiros que me levasse até a Itália, e para pegar impulso, desci rumo a Buenos Aires/ARG.
Na volta passei por Montevidéu e Punta del este no Uruguai, e de volta ao Brasil, subi a costa até Recife, apresentando nas Concessionárias DUCATI a palestra Elaboração de Viagens de Longa Distância, e convidando os amigos a me acompanharem nesta trip pela Europa.

A moto ficou em Recife, e desembarcando em Lisboa/POR, peguei outra Multistrada 1200, acoplei meus baús GIVI e cruzei Portugal, Espanha e França até chegar em Misano na Itália, a tempo de participar do World DUCATI Week 2014, do qual sou detentor do record por ter rodado 14.500 km para estar ali.

Está aventura fui sem a Elda, então já tenho data para voltar.

DE SÃO PAULO/SP ATÉ GOIÂNIA/GO

Postado em: 01/05/2016 | Cidade: Goiânia/GO | Categoria: Como Chegar

A pernada entre São Paulo/SP e Goiânia/GO requer um pouco de apetite, além de uma viagem que comece bem cedo, já que estamos falando de mais de 930 km.

Basicamente não há com o que se preocupar em termos de qualidade de estrada e abastecimento, pois este roteiro na sua grande maioria percorre o Estado de São Paulo, garantindo uma boa pista, e na sua totalidade, cruza dezenas de cidades, o que é certeza de pontos de abastecimento.

A parte confortável da viagem fica a cargo da Rodovia Dos Bandeirantes (SP-348) até a altura de Campinas/SP, quando ela desemboca na Rod. Anhanguera (BR-050), seguindo assim até a divisa com Minas Gerais.

Em território Mineiro, obras na pista, trechos duplicados e mão dupla se alternarão, e é justamente onde sugerimos uma parada para pernoite, lá pela altura de Uberaba ou Uberlândia.

Apesar de muitos pedágios, motos não pagam!

Parceiros neste projeto