patrocinado por

COMO CHEGAR À MANAUS DE MOTO

Cidade: Manaus/AM | Categoria: Como Chegar
Postado em: 19/9/2014

É preciso muito apetite e espírito aventureiro para chegar à Manaus de moto.
Na verdade a moto vai de barco, pois a única estrada que existe ligando Manaus ao resto do Brasil é a BR-319 que segue em direção à Porto Velho/RO.

Nossa volta ao redor do Brasil foi em sentido anti-horário, o que nos fez embarcar a moto em Belém/PA rumo à Manaus/AM.

A saída de barcos para o trecho Belém/Manaus acontece uma vez por semana, dependendo da embarcação as terças ou quartas, e duram cinco dias rio acima.

Entramos em contato com a Amazon Star Turismo, e compramos as passagens no Navio Nélio Corrêa em camarote (casal) e transporte da moto (V-Strom 650).

O custo foi bem salgado, R$ 700,00 (US$318,00) para a moto e R$ 1.000,00 (US$455,00) o tal do camarote para casal.

O Navio Nélio Corrêa transporta carga e passageiros através do Rio Amazonas e se divide em vários decks. O porão e o 1º deck são reservados para carga, o 2° deck temos camarotes, redes, banheiros compartilhados e o restaurante. No 3° deck encontramos a Ponte, mais camarotes, a lanchonete e mais redes.

O curioso é que são vendidas três tipos de acomodações: camarotes, redes no segundo deck e redes com ar no terceiro deck... mas ao contrário que podemos imaginar, esse ar não se trata de ar condicionado, é o vento mesmo, já que o segundo andar é bem fechado por conta do restaurante e banheiros, e o último deck é como uma grande varanda.

É comum furtos de pertences entre os que optam por redes, já que toda a bagagem fica exposta.

Optamos por camarote com banheiro privativo, mas isso não significa conforto, já que nosso “quartinho” media 2,20x1,80m, suficiente para um beliche e espaço para abrir a porta do banheiro... bem fétido como se pode ver nas fotos.

Existe café da manhã (pão com manteiga e copo com café) por R$2,50 (US$1,00),
e almoço e jantar self service por R$10,00 cada (US$4,50).

O trajeto leva cinco dias. São mais de 1.800 km de navegação pelo Rio Amazonas e seus afluentes, com paradas em 10 portos diferentes para carga e descarga de gente e produtos.

Nossa viagem levou cerca de 120 horas e a emoção diante da dificuldade de embarcar e desembarcar a moto, é melhor que qualquer exame cardíaco.

Se preferir pode ir de avião, mas na época orçamos somente o transporte da moto em R$ 8.000,00 (US$3.600,00), e ainda tínhamos que secar a moto (retirar gasolina e fluídos) e acondicioná-la em um caixote.

Nosso contato no Amazon Star Turismo foi o Patrick que pode ser contatado pelo telefone (91) 3241-8624. O escritório fica na Rua Henrique Gurjão, 210, Reduto, Belém – Pará.

Ah! Eu ia me esquecendo... existe uma taxa de R$45,00 (US$20) de embarque e desembarque que deve ser pago para deixar o porto... então separe suas moedas!

fotos relacionadas
vídeos do roteiro
Parceiros neste projeto