patrocinado por

UM DIA BRANCO E FRIO...

49º dia de viagem
Cidade: Guaíra/PR | Categoria: Diário do Piloto
Postado em: 23/9/2013
Diário de Motocicleta

O esforço feito na BR-319 ainda cobra seu preço, meu ombro esquerdo e as pernas doem diariamente e nesta manhã a tensão de pilotar na chuva os fazia doer muito mais.

Depois de longos dias de Sol e calor, experimentamos uma temperatura mais baixa e com chuva na saída de Campo Grande/MS com destino à Foz do Iguaçu/PR.
Os primeiros quilômetros foram bem chatos e tensos, tanto pela chuva, como a forte neblina que cobria a cidade, e como não podia faltar... caminhões na pista.
Passados cerca de 60 km a chuva e a neblina cessaram e foi possível ligar as câmeras para filmar uma estrada espetacular... a BR-163 está um tapete, com grande parte recapeada e ainda sem pintura.

Os trechos antigos ainda são fáceis de rodar forte e cheguei a acreditar que chegaríamos em Foz ainda de dia, mas a temperatura foi caindo cada vez mais e nos castigando.
Quando chegamos a Caarapó paramos para abastecer e o frio já nos congelava.

Foi o tempo de colocar a segunda pele e seguir viagem de olho no tempo... tanto no céu quanto no relógio. As nuvens cinza que nos acompanhavam a 300 km não davam sinal de alívio e a tarde passava mais rápido que os km.

Não havia tantos caminhões como no dia anterior, mas as ultrapassagens não eram tão fáceis por conta das colinas íngremes e curvas fechadas... somando a falta de faixas na pista... o relógio ganhava a corrida.

Quando chegamos à Guaíra, divisa entre Paraná e Mato Grosso, as recordações da nossa primeira viagem internacional em 2011 – Caminho do Peabiru – vieram à tona quando passamos por ela.

Quando passamos a divisa perdemos uma hora por conta do fuso; o frio e o cansaço abortou a ideia de seguir até Foz do Iguaçu (ainda faltavam 260 km) e sendo assim, nos hospedamos no mesmo hotel de dois anos atrás.

Amanhã correremos contra o prejuízo.

fotos relacionadas
Parceiros neste projeto