patrocinado por

ESTICADINHA ATÉ TRINDADE

Cidade: Trindade/RJ | Categoria: Passeios
Postado em: 7/6/2010
Diário de Motocicleta

Já tínhamos conhecido Paraty há cerca de uns dois anos atrás... foi uma viagem surpresa que fiz no aniversário da minha mulher... agora de volta, precisávamos conhecer outros lugares e Trindade era o cara.

Na nossa outra visita, ficamos 3 dias em Paraty mas quando resolvemos visitar Trindade, uma chuva fina começou a cair e nos desanimou, mas desta vez o Sol estava do nosso lado, apesar do vento frio!
Colocamos a moto na estrada e lá fomos nós.


Descendo a Rio-Santos sentido Sul, após deixar Paraty você não vai rodar mais que 20km até a entrada para Trindade... mas fique esperto, pois a sinalização não ajuda.
Quando você ver uma placa indicando Patrimônio a sua direita, pegue esta saída mas não deixe a Rio-Santos... olhe para o outro lado da pista (sua esquerda) e verá a indicação para Trindade.

Começa ai uma estrada de 8km até as praias.

A estrada é pouco mais que uma faixa de rodagem, sem sinalização alguma, acostamento, guardrail e outros dispositivos de segurança.

Quando ler uma placa dizendo “Cuidado, óleo na pista” acredite... essa rota é cortada diariamente por ônibus circular que sobe e desce a cada 1h e os motores cospem óleo mesmo.
Não escorregamos nenhuma vez, mas desviei bastante de manchas de óleo frescas!

Após uma subida relativamente leve de uns 2km, começa a descida e todo freio é pouco.
As curvas são bem fechadas e algumas com buracos, então 40km/h já é rápido demais.

Quando finalmente chegar na praia, a primeira a ser vista será a Praia do Cepilho... neste trecho a estrada é cortada por uma pedra e um riacho... muito cuidado ao passar pelo riacho... tenha a mão sempre na embreagem a qualquer sinal de deslize, aperte-o, pois a pedra possui limo.
Esqueça os freios... um apertão mais forte é chão na certa.

Passado essa barreira, mais uns 300mts e você chegará a Praia do Rancho e depois a Praia do Meio.

Em ambas as praias existem barzinhos que comvidam para uma cervejinha e petiscos desde as tradicionais fritas a porções de peixe.

Passeio mais que obrigatório em dias de Sol!

Consulte Também...
Parceiros neste projeto