patrocinado por

CASA DE MARTIN AFONSO

Cidade: São Vicente/SP | Categoria: Passeios
Postado em: 16/7/2012
Diário de Motocicleta

Conta a nossa história que Martin Afonso residiu próximo onde hoje encontramos o Centro Histórico e Cultural Casa de Martim Afonso.

Ela abriga algumas relíquias da história da colonização do nosso país como as ruínas da Parede de Pedra que compunha parte da primeira Fortaleza erguida em toda a nossa região, construída entre 1510 a 1516.

Sua estrutura é constituída de pedras, óleo de baleia, barro e cal de sambaqui (depósitos de conchas e restos de artefatos deixados por civilizações pré-históricas e indígenas) – esse material, misturado aos já citados, serviram de matéria prima para levantar essa Fortaleza que hoje pode ser conferida nas escavações encontradas na Casa de Martim Afonso.

Além da parede, é possível observar os movimentos de maré dos últimos 6 mil anos, resíduos de mangue e o início da interferência humana dos povos pré-históricos, indígenas até o século XX.
Graças à preservação desta casa – erguida em 1895, que já foi residência do Barão de Piracicaba, hoje podemos apreciar esse sítio arqueológico que quase foi soterrado.

Por volta de 1995 houve a intenção de demolir o resto da construção existente hoje (1/3 da estrutura original) para construção de um edifício, mas a descoberta da Parede gerou um movimento pela preservação da nossa história que conseguiu, de 1997 a 2000, criar este importante espaço.
Segundo Marcos Atanásio – Coordenador da Casa de Martim Afonso – “Foi uma forma de valorizar uma importante ruína e ao mesmo tempo oferecer a todos um espaço cultural”.

Além da Parede de Pedra, existe um espaço de exposições itinerantes que já apresentou obras de Benedito Calixto, Acervo do Museu de Jóias da Natureza entre outras.

Ainda em tempo, os alunos, historiadores, pesquisadores e curiosos em geral podem enriquecer seus conhecimentos no acervo do CEDOMSV – Centro de Documentação e Memória de São Vicente que funciona também nas instalações da Casa de Martim Afonso e oferece muita informação nos seus milhares de registros.

A entrada é franca e o endereço fica na Praça 22 de Janeiro, 469.
As exposições e a Parede de Pedra podem ser visitadas de Terça a Domingo das 10h as 18h e o CEDOMDV de Segunda a Sexta das 8h as 18h.

Mais informações, contatos através do telefone (13) 3568-8948

fotos relacionadas