patrocinado por

TURISMO DE AVENTURA

Dia: 20/10/2011 | Cidade: Capão Bonito/SP | Categoria: Passeios
Diário de Motocicleta

Turismo de Aventura - Canoagem, bóia-cross e rafting no Rio Paranapanema, Guapiarinha, Rio das Conchas e Rio das Almas. Prática de rapel ou cascading em suas cachoeiras. Em trilhas, trekking, offroad, cavalgada e motocross.

RIO DAS CONCHAS
Indicado para quem tem ótima forma física (corredeiras classe IV), com quedas d’água de 5 m. Mas o rio só tem potencial para canoagem em época de chuva. Também usado para bóia-cross.

RIO DAS ALMAS
Corredeiras mais tranquilas para canoagem (classe II/III). Os saltos não passam de 1m e 30 cm. Também usado para bóia-cross.

RIO ALTO DO PARANAPANEMA
O rio passa por floresta preservada; existe uma grande variedade de animais silvestres como micos, muriquis, lontras, antas e felinos. Nível de dificuldade do rio: III e IV.

RIO GUAPIARINHA
Ideal para pessoas inexperientes em canoagem ou para aqueles que apreciam observar a natureza. Corredeiras classe II com salto de no máximo 1 metro. Grande parte do rio atravessa o Parque Estadual Carlos Botelho, com águas sem poluição e florestas totalmente preservadas.

CACHOEIRA DOS ALVES
Com 80m de queda,é a maior cachoeira de Capão Bonito, protegida com árvores nativas da Mata Atlântica por todos os lados.

CACHOEIRA DO MARIANO
Fica a poucos minutos da cidade. Tem aproximadamente 25 metros de queda.

CACHOEIRA APIAÍ MIRIM
Para chegar é necessário seguir uma trilha com plantações de eucaliptos (apenas no início da trilha). Para observar sua beleza percorre-se um trecho de pedras de difícil acesso. A cachoeira tem 6 metros de queda com grande volume de água.

CACHOEIRA DO SORRISO
Com 15 metros de queda e piscina natural. Situada em propriedade particular, na Fazenda Rio das Conchas.

TREKKING SETE QUEDAS DO SAKAMOTO
Situada na fazenda Sakamoto. Caminhada de aproximadamente 5 horas visitando várias cachoeiras. A maior delas tem 20 metros de queda. A propriedade está se tornando Reserva Particular de Proteção Natural (RPPN).

TRILHA DO AMENDOIM
Esta trilha leva até a beira do rio Paranapanema, ideal para um passeio a pé. Percorre a antiga Estrada do Madeireiro por dentro de floresta fechada e totalmente preservada.

TRILHA DO SORRISO
Percurso de aproximadamente 4 km que começa nas margens do Rio das Conchas até chegar à Cachoeira do Sorriso, que tem uma queda de quase 15 metros e piscina natural.

TREKKING DAS TRÊS BARRAS
Trilha com aproximadamente 12 km. Passa por dentro de mata fechada. Percurso que deve ser percorrido em dois dias devido a sua dificuldade e o acampamento é selvagem dentro da mata.
A trilha chama Três Barras por causa do encontro de três rios, o Paranapanema, Barra do Meio e Barra da Esquerda.

TRILHAS DAS DUAS BARRAS
São 45 km de caminhada, partindo da sede da fazenda Sakamoto até o encontro de dois rios, o Paranapanema e o Barra da Esquerda. A volta desta trilha pode ser feita por bóia-cross.

PASSEIO TROPEIRO
Cavalgada sobre as montanhas do Paranapiacaba, com travessia das águas geladas e cristalinas em meio às pedras e corredeiras. Localizada na Fazenda Rio das Conchas.

TRILHA DO OITO
Com percurso de 6 km, a trilha oferece caminhada em áreas de Mata Atlântica e pastos da serra de Paranapiacaba. Em seu percurso avistam-se animais silvestres e espécies nativas da flora da mata atlântica, algumas inclusive em extinção. Essa grande diversidade biológica propicia verdadeira aula de educação ambiental.
Durante o percurso atravessa-se o Rio das Conchas em dois pontos com muita segurança, mas com gosto de aventura.
A trilha passa pelo Lombo da Anta, estreita elevação de terra entre o rio e seu pequeno afluente. Num certo ponto desta elevação podem-se ver ao mesmo tempo os dois.
Depois vem a Garganta do Anjo, fenda natural esculpida pela ação da água de um pequeno ribeirão que corre em seu leito, tendo a mesma uma profundidade que varia de 5 a 10 metros e largura variável entre 2 a 4 metros. A certa altura três figueiras lançam suas raízes que descem pelas paredes até o fundo, nos proporcionando uma visão exótica do que a natureza é capaz de criar.

FLORESTA NACIONAL DE CAPÃO BONITO
Distante da cidade 22,2 km, sendo 6,2 km de estrada de terra e 16 km de asfalto. Existem várias trilhas que podem ser realizadas de carro e outras a pé. Lagos, nascentes, vários animais silvestres, além de araucárias, eucaliptos, pinus e outras espécies nativas compõe este belo cenário natural. Protegida pelo IBAMA oferece turismo rural.

FAZENDA RIO DAS CONCHAS
Situado aos pés da Serra do Paranapiacaba, a fazenda possui 140 alqueires, com 20% de sua área preservada. Devido a grande variação de fertilidade do solo existente (Podzolico), a flora é riquíssima. Cortado quase ao meio pelo Rio das Conchas, sendo este um rio de corredeiras rápidas com várias cachoeiras, propício aos esportes de aventura. Passa pela fazenda mais dois córregos que formam a cachoeira do Sorriso e a Fenda do Anjo.
A sede turística da fazenda é rústica, mas aconchegante, possui um quiosque, lanchonete, camping com capacidade para 50 barracas aproximadamente, localizadas às margens do Rio das Conchas, junto à cachoeira das Conchas, que é na realidade um complexo de corredeiras
encachoeiradas que percorrem mais de 200 metros, com várias piscinas naturais terminando com uma belíssima cachoeira de 5 metros.

CAMINHOS DE SÃO TOMÉ
Os Caminhos de São Tomé, inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), foi criado para às pessoas que fazem a peregrinação.
São mais de 220 km de caminhada passando por seis municípios, começando por Capão Bonito.

IGREJA MATRIZ NA. SRA. DA CONCEIÇÃO

No ano 1999 foi fechada para reforma. Reaberta em dezembro de 2001, continuam as restaurações nas pinturas internas pelo artista plástico Francisco Honorato de Almeida Filho e, externamente, com reparos em sua fachada. Tudo isso graças ao auxílio do povo e os esforços do pároco Pe. Pedro Martins.

MUSEU DE ARTE SACRA
Prédio da Ação Católica. Expõem peças sacras, jornais e recortes datados de 1908 a 1946. Imagens do começo do século XX, biblioteca somente com títulos religiosos, vitrines com alfaias (vestes sacerdotais), cálices, ostensórios, exposição de fotos antigas contando histórias das paróquias e sala em homenagem a São Bom Jesus.

PRAÇA RUI BARBOSA
Totalmente remodelada nos anos 60 e preservada assim até hoje.