patrocinado por

PARATY... MAIS QUE UM PRESENTE

Cidade: Paraty/RJ | Categoria: Diário da Garupa
Postado em: 3/1/2008
Diário de Motocicleta

Nunca pensei em começar o ano de 2008 tão bem, comemorando meu aniversário com meu amor e dele ganhando uma viagem envolta em mistérios e segredos, dos quais eu só desvendaria quando chegasse a Paraty!

Ficamos numa pousada prodigiosa, a 50m da Praia do Jabaquara, uma casa grande com apenas 4 suítes... privacidade e silêncio total.
A primeira coisa após descarregar os alforges foi ir direto para a praia caminhar descalça pela areia granulosa, coberta de concha, batizando meus pés numa água muito morna com fundo raso e lodoso.
Os banhistas se lambuzavam da cabeça aos pés com a lama que enriquece o fundo do mas, devido uma grande quantidade de mangues na região.
Uma linda praia pequena, calma, onde andamos muito longe com a água na cintura, ótima para as crianças nadarem com segurança.

Quando falamos de Paraty, nos fascinamos com seus encantos naturais, mas seu patrimônio histórico é extraordinário... é uma maravilha conhecer uma das poucas cidades brasileiras que guarda intacta há mais de 400 anos uma parte da herança indígena e dos primeiros povoados, imortalizando o colonialismo e todo estilo de uma época marcada pela riqueza natural e arquitetônica.

Não se pode andar com pressa pelo Centro Histórico de Paraty... suas ruas de enormes pedras polidas retardam o caminhar eo passeio fica mais interessante, apurando a vista para a anunciação de novos detalhes como uma ruazinha cheia de carangueijinhos saindo de suas toquinhas para tomar Sol.
Casarões, ruas e igrejas exibem assombrosa conservação. É uma pena que uma igreja estava em reforma e a Matriz fechada, do contrário iria fotografá-las por dentro.

Tu sentes com energia a solidez de suas construções que apesar dos anos e das novas gerações, não sofreu o desgaste do tempo e desperta na imaginação um cenário antigo e tranqüilo de aldeia, que hoje contrasta com o alvoroço de turistas em meio ao vai e vem de carros e charretes para passeios.

O porto na hora do almoço ferve de nacionalidades e embarcações coloridas e restauradas oferecem passeios para o dia todo.
Uma visão embaralhada e alegre de uma confusão onde todos se entendem.

Apesar da modernidade, a cidade é uma prova convincente de riqueza cultural deixada pelos antepassados, perseverando através do tempo com valor e cuidado.

Esta viagem ficará para sempre na memória, vinculada à lembrança do melhor presente dos meus 26 anos.

fotos relacionadas