patrocinado por

VEJA A LISTA DAS 10 MARCAS MAIS VENDIDAS EM 2014

Postado em: 23/1/2015 | Categoria: Mundo 2 Rodas
Diário de Motocicleta

O mercado de motocicletas recuou em 2014. Os emplacamentos somaram 1.429.902 unidades, número 5,6% inferior ao do ano anterior. Em unidades, significa que foram colocadas 85.785 motos a menos nas ruas em comparação com 2013. Mesmo com a queda nas vendas gerais, algumas marcas presentes no Brasil conseguiram ganhar terreno, elevando as vendas gerais e a participação de mercado.

Outras, no entanto, amargaram recuo e perderam espaço. O mercado premium segue à margem da estagnação econômica e continua crescendo, enquanto o mercado de baixa cilindrada é o que mais perde vendas.

A líder absoluta Honda vendeu 75.250 unidades a menos no ano passado em relação a 2013, contudo, sua participação de mercado caiu apenas 0,42%, fechando o ano como responsável por 80,3% das vendas totais no país. Segunda colocada, a Yamaha foi a que mais cresceu ao emplacar no ano passado 179.791 motos, 14.252 a mais. O desempenho positivo, impulsionado pela nova linha 150, elevou sua participação de mercado de 10,9% para 12,5%, ganho que corresponde às perdas de Honda, Dafra e Suzuki.

A Dafra subiu uma posição no ranking das marcas e ocupa agora a terceira colocação, embora tenha comercializado um número menor de motos (4.909) no confronto com o ano anterior. A participação no bolo do setor como um todo baixou para 1,45%, mas não encolheu tanto quanto a da Suzuki, o que lhe valeu o novo posto. A marca japonesa representada pela J.Toledo negociou 15.145 unidades, contra 27.086 em 2013, a maior queda no período.

Shineray, dona da quinta posição no ranking, foi mais uma a ir na contramão do mercado e aumentar as vendas em 2014. Saltou para 11.747 unidades, 935 a mais. A BMW, sexta colocada, ganhou três posições no ranking, com um leve incremento nas vendas (249 unidades) e participação de mercado (0,55%). Sétima colocada no ranking – uma acima em comparação a 2013 – a Harley-Davidson apresentou pequena diminuição nas vendas (178 unidades), o que deixou sua participação de mercado estável. A Kawasaki aparece logo depois, duas posições abaixo de 2013. O ano não foi bom para a marca, que viu o número total de emplacamentos cair na ordem de 1.839 motos e a presença no mercado também encolher. Menos da metade da queda da Kawasaki veio das vendas da Ninja 300, único produto de baixa cilindrada da marca no país, apontando que a marca foi uma exceção ao perder volume também no mercado de alta cilindrada.

A Traxx, posicionada no nono lugar, vendeu 301 motos a mais e sua fatia do mercado agora está em 0,49%, praticamente estável. A Triumph fecha a lista das 10 marcas melhor ranqueadas no Brasil apresentando um crescimento significativo. De 12ª colocada com 2.449 motos vendidas no ano retrasado, a marca inglesa passou a 4.611 depois de dobrar a variedade de modelos e versões disponíveis no Brasil para a linha 2014.

As 10 marcas mais vendidas em 2014


1ª Honda – 1.148.925 – 80,35%
2ª Yamaha – 179.791 – 12,57%
3ª Dafra – 20.664 – 1,45%
4ª Suzuki – 15.145 – 1,06%
5ª Shineray – 11.747 – 0,82%
6ª BMW – 7.848 – 0,55%
7ª Harley-Davidson – 7.586 – 0,53%
8ª Kawasaki – 7.146 – 0,50%
9ª Traxx – 6.977 – 0,49%
10ª Triumph – 4.611 – 0,32%

Fonte: Fenabrave

Publicado no site da Revista Duas Rodas
Texto: Vinícius Piva
Arte: Magno Augustus Xavier


Oferecimento
GIVI do BRASIL

Publicidade
Viagem na Foto

Motoque-se
Descubra Machu Picchu em 2018

Baixe Grátis
Taqueopariu - O outro lado das viagens de moto