patrocinado por

AMAZÔNIA LISBOA HOTEL

Cidade: Lisboa/PT | Categoria: Onde Dormir
Postado em: 1/11/2014
Diário de Motocicleta

Minha primeira opção de estadia em Lisboa foi escolhida pela curiosidade.
Descobri um hotel chamado Amazônia Lisboa Hotel cujo proprietário havia se encantado com o Brasil, mais precisamente com a Floresta Amazônica, e resolveu inaugurar um hotel com este nome.



A descrição que li praticamente transformava o hotel em uma parte da selva, com inúmeros itens da cultura indígena brasileira, salas com nomes em Tupi Guarani e por ai vai.

Pois bem, na prática a teoria sempre é outra.



A decoração, tirando um arco e flecha aqui e ali, uns móveis de vime e uma estátua de uma jaguatirica deixava o ambiente com cara de hotel europeu, pelo menos aos olhos de um brasileiro.



Mas no fundo isso não era problema para um moto turista sem a menor queda para decoração. O que interessava mesmo era as instalações e serviços, e nem este quesito supriu as expectativas.



Repleto de placas de proibido fumar, o meu quarto cheirava a cinzeiro. Pequeno, com uma cama de casal, frigobar, TV e ar condicionado, não era nada moderno e para ajudar, o telefone do quarto não funcionava.
Precisei reclamar duas vezes para que fosse consertado e o quarto higienizado para tirar o cheiro de cigarro.



O café da manhã era bom com boas opções de frios, geleias, pães entre outros.

A internet foi cobrada a parte e devido as reclamações, não me cobraram o estacionamento que somaria no final € 24,00.

As duas diárias single me custaram € 99,00 que somados aos € 5,00 do uso de internet me custou € 104,00 pagos no cartão de crédito.

A localização do Amazônia Lisboa Hotel até que é boa, cerca de 2 km do Centro Histórico de Lisboa na Travessa Fábrica dos Pentes, 12... válido para pessoas não muito exigentes.

Parceiros neste projeto